A chapa ecológica (placa ecológica) pode ter inúmeras utilidades como construção de canteiros de obras, fechamento de obras, tapumes, bandejas de obras, divisórias, outdoors, forros, caixas para transporte entre outras.

Sua resistência chama atenção pois não trincam ou quebram, além disso, ela pode ser utilizada para forrar ambientes, pois reduz em 60% a temperatura ambiente e possui ótima proteção acústica.

Por ser produzida a partir da reciclagem de embalagens longa vida, a Chapa Ecológica é um produto com diversas vantagens técnicas, além dos benefícios Ecológicos. A reutilização de material reciclável está trazendo nova alternativa para a construção civil. Um exemplo bem sucedido de reciclagem ocorre com as embalagens do leite de caixinha. Mas a principal vantagem é o beneficio ambiental, já que a telha é feita com materiais para os quais os destinos mais comuns seriam os lixões ou aterros sanitários.

A chapa ecológica é composta basicamente por alumínio, Pet, Polietileno e Polinylon. 

Estima-se que, dos 6 bilhões de embalagens de longa-vida produzidas por ano no pais, menos de 14% são reaproveitadas. A natureza leva até 180 anos para decompor, em função do plástico (20% da composição) e alumínio (5%). Esse material hoje é utilizado na produção da chapa ecológica, assim como da telha ecológica. Portanto utilizar na construção habitacional e utensílios domésticos pode ser uma ótima alternativa de reaproveitamento deste material.

Placas / Chapas ecológicas Tetra Pak

Trabalhamos com chapas ecológicas em diferentes espessuras. São 2 padrões e outras 2 trabalhamos por encomenda, veja as opções:

Placa Ecológica de Tetra Pak
Chapa Ecológica

Observações
Caso precise de espessuras maiores, trabalhamos com pedidos mínimos.
Entre em contato com um de nossos consultores.

Fotos das chapas ecológicas em aplicações

A chapas ecológicas podem ser utilizadas para os mais diversos fins. Abaixo você encontra algumas ideias de usos bem sucedidos de clientes que já adquiriram nossas chapas de Tetra Pak.

Saiba mais sobre placa e chapa ecológica

A chapas são compostas basicamente por alumínio, Pet, Polietileno e Polinylon. A chapa ecológica atende a interesse de ordem ambiental e de saúde pública, considerando-se os efeitos da reciclagem estimulada, já que é feita com materiais para os quais os destinos mais comuns seriam os lixões ou aterros sanitários. Estima-se que dos 6 bilhões de embalagens longa-vida produzidas por anos no país, menos de 14% são plástico (20% da composição) e alumínio (5%).

A embalagem cartonada, mais conhecida como caixinha Longa Vida, é usada para a proteção e transporte de produtos líquidos ou pastosos, que necessitam de uma boa barreira contra os efeitos do ambiente externo à embalagem. Quando surgiu no mercado foi uma inovação para vários produtos que dependiam a refrigeração para conservar os seus produtos nos supermercados.

Para ter uma barreira eficiente, sem necessitar de refrigeração, a embalagem cartonada longa vida é feita de três materiais básicos que juntos resultam em uma embalagem muito eficiente, segura e leve.

A reciclagem das embalagens da longa vida começa nas indústrias de papel, em um equipamento chamado hidrapulper. Durante a agitação das embalagens, com água e sem produtos químicos, as fibras celulósicas são hidratadas, separando-se das camadas de plástico/alumínio. Essas fibras são, então, utilizadas na produção de papel reciclado para confecção de caixas e tubos pequenos. As camadas de plástico/alumínio são usadas para fabricar peças plásticas ou placas e telhas utilizadas na construção civil.